Em Pittsburgh, Estados Unidos, o médico Jim Withers deixou de lado sua rotina de consultório para criar o projeto ‘Medicina de Rua’.

Há vinte anos, todos os dias, o doutor troca seu tradicional jaleco por um estilo básico: calça, tênis e camiseta, enche a mochila com diferentes tipos de remédio e mantimentos e segue para prestar ajuda a milhares de pessoas que moram nas ruas da cidade.

Para dar vida ao projeto, Jim partiu da filosofia que a melhor forma de tratar moradores em situação de rua era atuar no cotidiano de vida delas.

Assim, ao invés de esperar visitas no consultório, arregaçou as mangas – literalmente – e foi às ruas para tratar dessas pessoas.

O projeto integra as atividades do instituto ‘Street Medicine Institute’organização sem fins lucrativos que coordena e incentiva as atividades como a do doutor Withers.

Além dos médicos, empresas do ramo farmacêutico patrocinam o instituto, fomentando as práticas médicas de rua.