cordas

“Cordas”, ganhou o Prémio Goya 2014, na categoria de Melhor Curta Metragem de Animação espanhol.

O filme conta a história de uma menina doce que vive num orfanato, e que criou uma ligação muito especial com um novo colega de classe que sofre de paralisia cerebral.

É também uma obra que fala de valores e sonhos, cativando o espectador desde o primeiro ao último minuto.

São dez minutos de pura sensibilidade. Dez minutos que fazem refletir sobre a dificuldade com despedidas. Dificuldade presente no peito de todos aqueles que buscam estar de coração no que fazem e juntos àqueles que se relacionam.

Dez minutos que nos levam a refletir sobre o significado de cuidado e cura.

Cuidar é ser capaz de permanecer sonhando e acreditando ém situações onde parece não haver mais esperança, sem levar em consideração a opinião alheia.

É ter alegria, criatividade e entusiasmo em meio às dificuldades.

É ter consigo a luz da fé.

Vale ver!

http://portugalglorioso.blogspot.com.br/2014/02/cordas-o-melhor-filme-de-animacao.html