gira-giras-geram-energia-melhoram-qualidade-de-vida-na-África-550x354

Já imaginou sua vida sem energia elétrica? Sem aquele delicioso banho quente no inverno ou a luz para driblar a escuridão à noite. Mas a gente sabe que esse privilégio ainda não é para todos. Em 2012, a ONU fez campanha mundial para chamar a atenção para essa realidade e ajudar a ampliar o acesso no mundo. Segundo a organização, uma em cada cinco pessoas no mundo – o equivalente a 1,3 bilhão de pessoas – não dispõe de eletricidade. Na África Subsariana, a situação é ainda mais dramática: 71,5% de sua população não tem abastecimento de energia e, em áreas rurais, a porcentagem chega a 92%.

O problema nessa região do continente africano é imenso, sim. Mas, por acreditar que pequenas soluções podem ajudar a transformar essa situação, o engenheiro Ben Markham, de Utah, criou a ONG Empower Playgrounds e, em parceria com a Brigham Young University, lançou uma iniciativa superbacana: gira-giras que produzem e armazenam energia, enquanto as crianças se divertem.

Mais de 30 escolas de vilarejos de Gana, na África, receberam os brinquedos da ONG, e a eletricidade produzida é utilizada não só para iluminar as escolas como, também, carregar lanternas de LED, indispensáveis para possibilitar a volta para casa já que não existe iluminação pública no caminho.

A instituição estima que cada criança, entre 8 e 12 anos, é capaz de gerar 150 watts por hora. Cada sistema custa dez mil dólares e é capaz de fornecer energia para 200 crianças por, pelo menos, cinco anos – o que significa que o custo anual de cada jovem é dez dólares.

Dêem uma olhada no  vídeo acima, onde a ONG descreve a realidade das crianças de Gana.

É de apertar o coração!

Texto da Revista Super Interessante de 28/02/2014  ( http://super.abril.com.br/blogs/planeta/gira-giras-produzem-energia-para-escolas-e-lanternas-na-africa/)