bikesampa1655829_623046734411662_1609239902_nOutra novidade é que o tempo de pedalada gratuita passou de 30 minutos para uma hora.

Pegar uma bicicleta emprestada através do sistema Bike Sampa ficou mais fácil, desde o último sábado (25). No dia em que se comemorou o aniversário da capital paulistana, foi liberada uma forma mais simples de utilizar as bicicletas patrocinadas pelo Banco Itaú.

Até então, os interessados em pegar uma bike emprestada deveriam se cadastrar pela internet, informando os dados do cartão de crédito, e ligar ou usar um aplicativo de celular para liberação. A partir de agora, o usuário ainda terá que realizar o cadastro prévio, mas para desprender o veículo terá a opção de apenas encostar seu bilhete único no leitor do cartão.

Outra novidade é que o tempo de pedalada gratuita passou de 30 minutos para uma hora, aumentando assim a possibilidade de se deslocar de graça para destinos mais longos.

Ao longo do dia, o usuário pode realizar quantas viagens desejar, gratuitamente. É preciso apenas que se atenha ao fato de que é preciso fazer um intervalo de quinze minutos entre os deslocamentos. Se o ciclista ultrapassar o tempo de uma hora, é tarifado em cinco reais por cada hora excedente. O valor será cobrado através da conta de cartão de crédito.

De acordo com site Vá de Bike, 46 estações serão habilitadas para uso do bilhete, sendo que as estações implantadas mais recentemente já possuem a tecnologia. Aliás, no Parque Trianon, shopping Santa Cruz e na estação do shopping Eldorado, desde maio do ano passado, a opção de utilizar o cartão da SPTrans já estava disponível em fase de testes.

As bikes do Itaú estão disponíveis todos os dias das 6h às 22h. No site é possível saber, em tempo real, quantas bicicletas estão disponíveis. Para se cadastrar, clique aqui. Veja abaixo as estações que já são integradas com o bilhete único:

tabela_bikesampa

Via CicloVivo