016_021_CAPA_Clima1_210-1

Falando um pouco mais sobre a questão do aquecimento global, segue o link das últimas pesquisas em relação ao tema apresentadas no primeiro relatório de avaliação nacional (RAN1) do Painel Brasileiro de Mudanças Climáticas (PBMC), criado em 2009 pelos ministérios do Meio Ambiente (MMA) e da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI).
Entre 9 e 13 de setembro, o relatório será divulgado durante a 1ª Conferência Nacional de Mudanças Climáticas Globais, organizada pela FAPESP.
Concebido nos moldes do Painel Intergovernamental das Mudanças Climáticas (IPCC, na sigla em inglês) das Nações Unidas, que, aliás, vai divulgar a primeira parte de seu quinto relatório no final de setembro, o PBMC reuniu 345 pesquisadores de diversas áreas para formular uma síntese inédita do estado da arte da produção científica nacional sobre o tema.

De acordo com a matéria da revista da FAPESP, a temperatura média de todas as regiões do país será de 3º a 6ºC mais elevada em 2100 do que no final do século XX. Pelo que parece, a Era dos Extemos está só começando e veio para ficar.

http://revistapesquisa.fapesp.br/2013/08/13/extremos-do-clima/